Ipiaú: Acusado de aplicar vários golpes financeiros é procurado pela Polícia

quinta-feira, outubro 25, 2018
Sandro dos Santos Souza é procurado pela Polícia de Ipiaú (Fotomontagem: Giro Ipiaú).
Pouco mais de um mês foi o tempo suficiente para um homem identificado como Sandro Santos da Silva, de 43 anos, se instalar em Ipiaú, ganhar confiança das pessoas que ele se aproximava e fazer várias vítimas com golpes financeiro. 
O homem abriu uma suposta empresa na cidade e através dela aplicou golpes (Foto: Giro Ipiaú).
Apresentando-se como Jorge Santos, ele alugou uma sala em um prédio em frente a um posto de combustíveis na saída para Ibirataia, e abriu a empresa JS Empréstimo, Financiamento, Serviços de Despachante e Consórcio. O homem acusado de praticar os golpes se hospedou numa pousada ali perto e chegou a contratar uma funcionária para a suposta empresa.

Uma das vítimas foi ouvida pela nossa reportagem e contou que o golpista foi visto pela última vez em Ipiaú na noite de sexta-feira, 19. Os golpes só foram percebidos pelas vítimas na terça-feira, 23, quando ele não foi mais encontrado na cidade. 

Ao menos sete pessoas, até o meio-dia dessa quinta-feira, 25, já tinham registrado queixa na delegacia. Mas o número de vítimas pode ser maior. "Ele deu golpe em donos de veículos, compradores e até em uma barraca, que vende requeijão, no Centro de Abastecimento", conta uma das vítimas.
O estelionatário fugiu com o carro de um cliente e com o pagamento de um comprador.
Sandro é acusado de ter fugido com o carro de um cliente que ele teria vendido por R$ 8 mil e recebido R$ 7 mil de entrada. O valor restante seria dado no dia seguinte, após um pequeno reparo no automóvel modelo celta, de cor preta, placa JQE-3573, licenciado em Ibirataia. A Polícia Civil recebeu a informação que o golpista teria tentado vender o carro na cidade de Jequié, no local conhecido como 'A Pedra'. O delegado Rodrigo Fernando disse ao GIRO que uma equipe da polícia chegou a ir no local onde ele estaria negociando o automóvel, mas o estelionatário não foi encontrado. 

Além do carro e dos R$ 7 mil, Sandro ainda praticou um golpe de R$ 1.800,00 para regularizar a documentação de um fusca. Outra vítima teria perdido mais de R$ 800,00 reais na tentativa de regularizar a documentação de uma motocicleta. 

Um trabalhador teve um prejuízo de R$ 1.500,00 na compra de uma motocicleta. Ele revelou ao GIRO que o valor total do veículo, apresentado com toda a documentação em dia, era de R$ 3 mil, com entrada de 50% e o restante em outro pagamento. O comprador da moto foi surpreendido na última terça-feira quando encontrou a proprietária do veículo, em prantos, procurando por Jorge. Os dois foram os primeiros a registrarem o Boletim de Ocorrência contra Sandro Santos da Silva, que já possui passagens por crimes de estelionato em Salvador, cidades da região metropolitana e outras do baixo sul baiano.

A Polícia Civil continua investigando o caso e em busca de pistas que levem ao acusado. Quem tiver informações sobre o paradeiro dele pode manter contato com a polícia local ou na delegacia de Ipiaú, através do telefone (73) 3531-6910. (Giro Ipiaú)