Preso em Eunápolis acusado de matar cabo da PM em Salvador

quinta-feira, outubro 25, 2018
Foi preso na cidade de Eunápolis, na madrugada desta quinta-feira (25), um dos acusados de participar do assassinato brutal de um cabo da Polícia Militar, em Salvador, há quase cinco meses.

Willian Santos Santana, 22 anos, o Choquito, foi abordado por policiais militares do PETO no bairro Arnaldão. Incialmente, a polícia encontrou com ele quatro pinos de cocaína.

"Ele ainda informou um nome errado, mas acabamos desconfiando. Logo, ele deu sua verdadeira identidade e acabou confessando o crime na capital baiana", afirmou um PM ao site RADAR 64.

Choquito já estava com a prisão decretada pela justiça baiana. Ele também é o Rei de Espadas do Baralho do Crime da Secretaria de Segurança Pública da Bahia.

CRIME BRUTAL - O Cabo Gustavo Gonzaga da Silva, 44 anos, foi morto em 9 de junho, no bairro Santa Cruz, em Salvador. Após ter o carro cercado por quatro bandidos, o policial foi morto com requinte de crueldade. O cabo teve a língua, orelhas e a mão direita decepados. Os olhos e a mandíbula arrancados. Havia ainda vários tiros na cabeça.

Os outros envolvidos no assassinato, dentre eles Cléber Costa Soares, o Keka e Émerson dos Santos, mais conhecidos como Leno, estão foragidos. Os dois também foram inseridos no Baralho do Crime.

Choquito afirmou que, pouco tempo depois do crime, fugiu para a Eunápolis. Ele está custodiado na carceragem da 1ª Delegacia Territorial de Eunápolis e deve ser transferido para Salvador nos próximos dias.

*Com informações do Radar 64