Documentos comprovam que ex-prefeito homologou processo licitatório investigado pela PF

quinta-feira, novembro 08, 2018
A licitação que motivou a ida de agentes da Polícia Federal até a Prefeitura de Ipiaú, na última terça-feira, 06, segue gerando discussões no município. O Processo Licitatório investigado é o da Tomada de Preço 007/2015, realizado em 2015, cujo objeto foi a contratação de empresa de engenharia para a construção do Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS – no município. Nesta quarta-feira, a assessoria do ex-prefeito Deraldino Araújo divulgou uma nota na qual o ex-gestor afirmava que não chegou a homologar a licitação. 

Na nota o ex-gestor afirma que: "ao perceber a falta de estrutura da empresa vencedora, ora investigada, recomendou ao gestor a não homologar o citado processo. Passado algum tempo, com a ciência da não homologação, a empresa desistiu da obra". 

No entanto, documentos divulgados ontem mostram a homologação da licitação vencida pela empresa  BTJ CONSTRUTORA LTDA – ME. O processo licitatório supracitado mostra ainda que, o ex-prefeito Deraldino emitiu ordem de serviço e assinou contrato de Nº 158/2015 que teve como valor global o montante de R$ 351.451.20 (trezentos e cinquenta e um mil, quatrocentos e cinquenta reais e vinte centavos).

Em contato com a assessoria do ex-gestor, nossa reportagem foi informada que "houve um equívoco a cerca da homologação, mas que reitera o alvo da investigação ser a BTJ Construtora e que não repassou nenhum centavo a empresa investigada".