Lançamento do livro "Parentes” é transferido para o Mercadão

terça-feira, novembro 06, 2018
O Coletivo Cultural informa que em virtudes das chuvas incessantes, verificadas no dia de hoje, o lançamento do livro "Parentes", do fotógrafo e antropólogo Rogério Ferrari, foi transferido do Casarão para o antigo Mercado Municipal (Mercadão), às 20h, desta sexta-feira, 9.  Esse livro é o volume mais recente da obra que vem compondo no âmbito do projeto Existências-Resistências, desenvolvido desde 2002 com o propósito de retratar a luta de povos e movimentos sociais por terra e autodeterminação.
O livro, intitulado  “Parentes”, é um registro de povos indígenas na Bahia e resulta da itinerância do fotógrafo, que percorreu diferentes regiões do estado para mostrar “a face, para muitos desconhecida, desse povo brasileiro.

Neste trabalho, Ferrari coloca em evidência “a diversidade, a permanência e resistência dos povos originários na Bahia”, revelando, em 64 imagens em preto e branco, a “face” dos Pataxó, Pataxó Hã Hã Hãe, Tupinambá, Pankaru, Pankararé, Tuxá, Atikun, Kaimbé, Tumbalalá, Kiriri, Kantaturé, Tuxi, Kariri-Xocó e Truká.
As fotografias são recortes de suas vivências com comunidades indígenas de Santa Cruz Cabrália, Pau Brasil, Itaju do Colônia, Porto Seguro, Buerarema, Ilhéus, Olivença, Paulo Afonso, Curaçá, Euclides da Cunha, Banzaê, Ibotirama, Rodelas, Quijingue, Glória e Abaré, entre outros municípios baianos.

O livro traz um mapa localizando cada comunidade contemplada no projeto e torna-se lugar de encontro – ou reencontro – entre o leitor e esses parentes, pois, para o autor, “através dos retratos pode sugerir um auto-reconhecimento coletivo e a reiteração de uma identidade negligenciada”.

Rogério Ferrari, natural de Ipiaú, é mestre em Antropologia e fotografo de projeção internacional. Ele  vem retratando povos de várias partes do mundo que resistem para existir. Através de suas publicações, de debates e exposições fotográficas tem evidenciado as lutas dos palestinos, curdos, zapatistas, ciganos, índios e do MST.