Metade dos municípios baianos vai fechar 2018 no vermelho

quarta-feira, dezembro 19, 2018
Pelo menos 56% das cidades baianas vão fechar as contas de 2018 no vermelho. Segundo levantamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM), 234 prefeituras do estado admitiram que não vão conseguir pagar todas as dívidas até o final do mês e que deixarão débitos para 2019. A CNM ouviu 312 das 417 cidades da Bahia - 105 não responderam – e apontou, ainda, que mais da metade delas vai terminar o ano devendo a fornecedores. No total, 213 prefeitos confirmaram atraso no pagamento, o que equivale a 51% das cidades . Ao mesmo tempo, cerca de 75% das prefeituras baianas demitiram servidores no final do ano para tentar fechar as contas no azul, de acordo com a União dos Municípios da Bahia (UPB). 

Calote em alta
No Brasil, 68,1% das cidades pesquisadas vão deixar dívidas para 2019 - percentual que equivale a 3.105 municípios. São Paulo é o estado com maior volume de prefeituras na lista, com 69,3%, seguido por Mato Grosso do Sul (64,6%). A Bahia ocupa a sétima posição. *Com informações do CORREIO