5ª edição da Festa dos Vendedores em Dário Meira foi realizada com sucesso

quinta-feira, janeiro 17, 2019
"Vem fazer o bem!" Com este slongan convocando toda região para a 5a Festa dos Vendedores - evento beneficente - que os vendedores autônomos da cidade de Dário Meira realizaram mais um ano deste projeto social. Mais uma vez recordes foram alcançados, em alimentos e em público. Mais de 4 toneladas de alimentos e cerca de 2 mil pessoas prestigiaram o evento.
Após a apuração e organização dos alimentos foram registrados a confecção de 564 cestas básicas no total. Tendo  como base o IDH do município, as cestas foram distribuídas na sede do município, nos distritos de Planalto Íris (bairro José Costa Santana), Ponto Novo, Acaraci, além das zonas rurais conhecidas como "Brongo" e "Iraque".


A festa, como de costume, contou com a alegria e beleza do público presente, atrações musicais ( Diego Massa, Amigas de Copo, Real Furacão) DJ Heric, sonorização, palco, Paredão do Peu, iluminação, banheiros químicos, limpeza e a segurança, que ficaram por conta da Polícia Militar e da Guarda Municipal. Outro destaque da festa foi a inexistência de ocorrências durante às mais de 06 (seis) horas de shows. "Queremos render graças a Deus por nos dar proteção e tranquilidade nessas estradas que diariamente percorremos, mais uma vez fazer o agradecimento especial aos Vendedores (responsáveis pela existência e execução desta filantrópia), nossas esposas, filhos, pais, parentes e amigos, que pacientemente ficam no aguardo do nosso retorno aos nossos lares, ao publico participante que se sensibilizaram com a nossa causa, aos patrocinadores, a segurança da festa, a limpeza, a sonorização, a nossa fornecedora VR Ribeiro Eletrônicos, na pessoa da senhorita Vanderléia Ribeiro e a prefeitura municipal de Dário Meira. Nós vendedores estamos felizes por mais um ano ter conseguido transformar choros de pessoas desiguais em sorrisos tão verdadeiros e de gratidão", afirmou Fabricio Silva, presidente da festa.
Uma peculiaridade notado nestes cinco anos de festa é a inexistência de ocorrências tão bem ressaltada pelo público. "Minha esposa não tem o costume, aliás nem gosta de estar em ambientes cm grandes aglomerações, mas, quando vai se aproximando o final do ano ela logo me pergunta se a festa acontecerá. Segunda ela, o clima de paz, harmonia, segurança e o objetivo do evento lhe causam o desejo de participar todos os anos," disse o vendedor Zequinha Chupeta.
"Saimos de nossas casas para vender nossos produtos em todos os cantos do Brasil, conhecemos costumes, sotaques, culturas, as diversidades e infelizmente a desigualdade social, muito dolorido para cada um de nós, notar pessoas passando fome num mundo dominado pela tecnologia. Por isso todos os anos estamos engajados na realização deste evento para ajudar no combate a essa barbárie. Tenho a fome como uma barbárie social," contemporizou Pablo Cruz. Finalizando, o amor a humanidade tem sido o lema dos Vendedores Autônomos de Dário Meira. Parabéns a esses nobres guerreiros!