Ipiaú: Vereador San diz que faltou humildade e maturidade ao grupo derrotado na eleição para presidência da câmara

quinta-feira, janeiro 24, 2019
A Câmara de Vereadores de Ipiaú ainda encontra-se em recesso, retornando suas atividades a partir do dia 15 de fevereiro, mas nos bastidores as articulações continuam. Em meio às polêmicas envolvendo a eleição para presidência da câmara, o certo é que o vereador San de Paulista já está se movimentando para assumir o posto pelo qual foi eleito. Em contato com nossa reportagem, San falou sobre vários assuntos. Abaixo, confira na íntegra a entrevista.

GIRO- Após muitas polêmicas envolvendo a eleição para presidência da câmara, a imagem do legislativo está um pouco manchada. Como presidente, o que você pretende fazer para resgatar essa imagem?

SAN - O Poder Legislativo Municipal, que é composto por 13 bons representantes do povo, é na verdade uma Casa de discussão de leis, discussão de ideias, de diversas sugestões e visões, com 13 membros reunidos com o mesmo propósito de servir a comunidade, mas a controvérsia e o debate sempre existirão. A bem da verdade, o calor que envolveu a disputa pela Mesa Diretora da Câmara, se deu simplesmente por falta de humildade e maturidade de se aceitar a derrota, de se entender que o nosso nome figurou num consenso de 8 membros da Casa, maioria, portanto, e esse referido calor extrapolou em algumas oportunidades, principalmente quando a postura de regime ditatorial se instalava, com leis e o regimento frontalmente desrespeitados. Mas, acima de tudo, o respeito e consideração entre os pares prevaleceu e no final tudo caminhou em conformidade. E, durante nossa gestão, o respeito, a cordialidade e a harmonia serão princípios que nortearam nossa conduta, afinal somos maduros o suficiente para ter o discernimento de que o debate deve existir, o embate jamais. A controvérsia sim, sempre pautada com ideias, opiniões e posições, truculência não.

GIRO - Ainda existe comentário que a sessão que lhe elegeu poderá ser anulada. Isso lhe incomoda?

SAN - Importante salientar que não incomoda em nada. Primeiro, que não tenho nenhuma vaidade e nem tampouco apego ao poder. Segundo, que a conduta da nossa vitória na eleição da Mesa Diretora foi estritamente pautada na Lei Orgânica do Município e no Regimento Interno da Câmara e nas duas oportunidades que houveram a discussão no entorno da eleição, no dia 09 de agosto e no dia 06 de dezembro, obtivemos a maioria dos votos, ou seja, o consenso. Então a verdade e a Lei sempre prevalecerão. Por fim, seguiremos firmes e confiantes na lisura e imparcialidade do respeitado Poder Judiciário Baiano. Com o tempo a falácia de alguns perpetrada com o intuito de desestabilizar um grupo e a nossa gestão, dará lugar a certeza e a consistência de uma gestão que será pautada na Lei, na harmonia e voltada para o Município.

GIRO - Você iniciou seu mandato como situação, mas hoje faz oposição ao governo municipal. Você, hoje, faz parte do grupo do ex-prefeito Deraldino Alves de Araújo?

Não. É de amplo conhecimento que o posicionamento político da cidade é bastante polarizado. Quem segue a atual gestora e quem segue o ex-gestor. Em diversas oportunidades, as posições adotadas pelos vereadores levam o eleitor a interpretá-los como sendo de um grupo ou de outro. Quero externar o grande respeito, consideração, afinidade e gratidão que compartilho com os pares da bancada da oposição, grupo aliado ao ex-gestor, me sinto muito bem e à vontade com os mesmos e é uma satisfação representá-los. Externo também que não comungo com alguns comportamentos isolados de membros do Poder Executivo, que ferem e desrespeitam os vereadores. Mas a minha conduta e comportamento nesse próximo biênio será característico do cargo que ocupo. Acumularei a função de representante do povo e representante do Poder Legislativo. Atuarei com imparcialidade, de maneira respeitosa e harmônica com ambos. Manterei respeito ao ex-gestor e a atual gestora, serei sempre por Ipiaú.

GIRO - O critério de contratações da câmara é bem confuso. Qual critério você pretende adotar para tanto? E o que você acha dessas dispensas na câmara em dezembro e retorno em fevereiro, sendo que o repasse é mensal?

SAN - Acabei de ser empossado no dia 02 de janeiro. É sabedor de todos que é necessário e contumaz no início de qualquer gestão realizar levantamentos, modificações e auditorias nos anais administrativos da Casa. Ademais, o Poder Legislativo se encontra em recesso parlamentar, retornando seus trabalhos no dia 15 de fevereiro. Os vereadores permanecem no dia a dia com suas demandas e contato direto com a população. O duodécimo é mensal e temos a responsabilidade de gerir pautado na Lei. A prestação de contas é realizada mensalmente e de forma transparente, o que permite a qualquer cidadão fiscalizá-la. A Lei de Responsabilidade Fiscal limita o gestor de apenas gastar no máximo 70% com folha, mas tenham certeza que o valor que não foi pago em janeiro com nomeações será revertido com melhorias e adequações na Casa do povo.

GIRO - Como você pretende comandar a Câmara Municipal?

SAN - A presidência da Câmara, sob o meu comando, em cumprimento ao princípio democrático, estará de prontidão e receptiva aos anseios da população de Ipiaú. Zelarei pelas funções institucional, fiscalizadora, legislativa, julgadora e administrativa da nossa Câmara. Atuarei e defenderei os direitos do povo de Ipiaú, dentro ou fora da Casa legislativa. O dever que ora cumpro, me faz honrado e sobretudo ainda mais responsável com a coisa pública, haja vista que me outorgam poderes administrativos de um importante poder no nosso Município. Serei fiel garantidor do cumprimento do nosso regimento e da nossa Lei Orgânica. Tenho também a certeza que continuarei contando com a integração e apoio conjunto durante a presidência dos dignos servidores que ali exercem suas atividades. Faremos sim uma gestão séria, comprometida, participativa e harmônica. Estaremos sempre à disposição de todos, desde que haja a boa intenção e único desejo de beneficiar nosso município e nossa população.

Considerações finais de San
"Minha gratidão a Deus, a meu Pai Paulista, a minha família e a meus amigos, eles são esteios incomensuráveis do meu mandato e serão sempre meu orgulho. Agradeço a oportunidade de toda equipe do Giro Ipiaú, que vêm escrevendo um belo papel na nossa cidade", finalizou o vereador San de Paulista.

A composição da mesa diretora ficou assim: San (Presidente), Lucas Santos (Vice-presidente), Jean Kleber (1º Secretário) e Pery de Margarete (2º Secretário). *Matéria produzida por Romário Henderson/GIRO IPIAÚ