Mulher é morta ao buscar marido na casa da amante

segunda-feira, janeiro 28, 2019
Vítima (esquerda na foto) foi até a casa da agressora tirar satisfação e acabou atacada; suspeita fugiu.
A marisqueira Rita de Cássia Amorim de Menezes, 50 anos, morreu na tarde deste sábado (26) após ser ferida por um objeto cortante na casa da amante do marido na sexta-feira (25), no bairro de São João do Cabrito, Subúrbio Ferroviário de Salvador. A vítima era casada com o pescador Ronaldo da Cruz Santos, 48, há 34 anos. De acordo com o Correio, Rita de Cássia sabia da relação extraconjugal do esposo há pelo menos cinco meses e decidiu ir à casa da suposta amante, identificada como Carine da Cruz, tirar satisfação. De acordo com informações apuradas pelo veículo, uma das filhas do casal, a confeiteira Adriana Menezes Santos, 28 anos, disse que Ronaldo se recusou a prestar socorro a Rita de Cássia.  Familiares não sabem dizer qual foi a arma utilizada para matar a marisqueira, se uma faca ou outro objeto perfuro-cortante. Rita chegou a receber socorro de moradores da localidade, mas não resistiu.