Músicos da Região: A velocidade, força e precisão do baterista Bruno Conceição

segunda-feira, janeiro 07, 2019
Bruno Conceição Silva, 39 anos, natural de Ipiaú, é baterista da banda Sodda Pop.
Para substituir o experiente baterista Zé Tenaz que pediu um tempo para recompor energias esgotadas ao longo de mais de 50 anos de atividade musical, a banda SODDA POP contratou o roqueiro Bruno Conceição. Ele chega com a essência do metal, usando a trifeta da velocidade, força e precisão. Logo em sua estreia, dia 15 de dezembro de 2018, num concerto promovido pela Associação dos Motociclistas da Bahia, em Santa Cruz de Cabrália, Costa do Descobrimento, “Brunão”, mostrou excepcional capacidade de resistência, coordenação e destreza, chamando a atenção da plateia que muito lhe aplaudiu. A pancada foi tamanha que a pele do bumbo da bateria emprestada por uma banda da região não resistiu e teve que ser trocada.
Bruno Conceição Silva, 39 anos, natural de Ipiaú, músico autodidata, teve seus primeiros contatos com a percussão fazendo baticum em latas na Rua Alfredo Brito. Improvisava bandas e sonhava em ser baterista. Na adolescência começou a curtir os subgêneros do rock alternativo e buscar referencias em Igor Cavalera, batera da famosa banda Sepultura. Absorveu a técnica agressiva do músico mineiro e logo a colocou em pratica.
Foi na primeira formação da CEIFADOR, ao lado de Alisson (guitarra) e Alex (baixo) que Brunão ganhou mais intimidade com o black e death metal. Depois, na GONGOLÔ BRAZ BAND, absorveu o estilo grunge, e fez altos sons com Ubrais Barco (vocal), Rodrigo Hohllenwerger (guitarra) e Edmilson Sussa (baixo).

A trajetória prosseguiu nas bandas CACHORRO DOIDO (Ramon Ferreira-baixo; Rodrigo Hohllenwerger – guitarra; Freeza- vocal) e DECLINIUS (Rodrigo-guitarra, Sussa-baixo e Freeza-vocal). Também tocou na HUANDA e O QUADRO, ambas de Ilhéus. Em todas essas bandas, Brunão mostrou o peso das suas baquetas, impôs a pegada de força e precisão, exibiu vanguarda e criatividade. 

De Zé Tenaz, a quem substitui na Sodda Pop, Bruno Freire diz: “Ele me inspirou. Cresci assistindo as suas apresentações na Banda Joedson, no trio elétrico durantes as micaretas na Praça do Cinquentenário e no Rio Novo Tênis Clube. Ocupar seu lugar na Sodda é motivo de honra e muita responsabilidade. Zé Tenaz é uma lenda da musica no interior da Bahia”. Com as baquetas de Brunão a Sodda Pop ganha mais peso e diversidade no rock n rool. (GIRO/José Américo Castro)