Para ter posse de arma na Bahia é preciso desembolsar pelo menos R$ 4.433

quinta-feira, janeiro 17, 2019
Embora a posse de arma tenha se tornado algo mais fácil após o presidente Jair Bolsonaro assinar um decreto, na terça-feira (15), não é qualquer um que poderá ter armas em casa. O motivo é simples: o preço. Em Salvador, quem quiser adquirir o equipamento terá de desembolsar, pelo menos, R$ 4.433. Há também uma série de pré-requisitos, como fazer um exame. A procura por curso de iniciação ao tiro esportivo subiu 20% após eleições. “Há uma série de requisitos, tais como não ter antecedentes criminais, ter residência e emprego fixos. Tem também o valor de todo o processo, que vai além da compra da arma, pois tem o custo com o psicoteste e exame de tiros com instrutores credenciados pela Polícia Federal, por exemplo. Quem ganha dois salários mínimos não tem condição nenhuma de ter a posse de arma”, declarou Francisco de Oliveira Santos, 69 anos, dono da loja de armamentos Magnum Arma, no bairro de Macaúbas. A posse de arma permite ao cidadão ter o equipamento em casa. É diferente do porte de arma, quando é permitido que a pessoa ande armada em ambientes externos. *Com informações do CORREIO