Vereador de município baiano diz que pagou para ser eleito presidente da Câmara

quinta-feira, janeiro 03, 2019
R$ 20 mil. Este é o valor que o vereador Lauro de Coni e Moura Júnior (PMDB), o Laurinho, afirma ter pago ao colega Marinaldo Almeida de Souza (DEM), o Nado da Magel, para que este o ajudasse a se reeleger como presidente da Câmara de Vereadores de São Felipe, cidade no Recôncavo da Bahia. O fato veio à tona na última sessão do ano, dia 31 de dezembro, quando seria escolhida a mesa diretora que ficaria à frente do legislativo local até 2020. Um vídeo mostra a confusão durante a sessão.

O dinheiro teria sido dado a Nado na casa de Laurinho e teria contado ainda com a presença do vereador Djalma Sena Neiva (DEM), o Dio, como testemunha. Nado, que acompanhou a sessão usando óculos escuros, se disse surpreso com a acusação: “Eu não tive o prazer de ter uma presidência dada pelo meu grupo. Eu estou tomando como surpresa isso daqui”. Laurinho o interrompeu pedindo o dinheiro de volta: “Me devolva aqui os R$ 20 mil”. O colega então tirou o paletó para demonstrar que estava de bolsos vazios, mas Laurinho continuou: “Quero os R$ 20 mil que lhe dei lá no meu quarto, as notas estão anotadas”. Nado negou ter recebido o valor, mas confirmou ter estado na casa de Laurinho. Ele saiu do plenário acompanhado por apoiadores que chamavam Laurinho de “corrupto”. *Com informações do CORREIO