Vítimas de acidente na Chapada são identificadas; micro-ônibus transportava integrantes de uma mesma família

sexta-feira, janeiro 04, 2019
O acidente envolvendo uma carreta, um micro-ônibus e dois carros na BR-242 em Seabra, na Chapada Diamantina, que ocorreu na manhã desta quinta-feira (3), deixou seis pessoas mortas, todas de uma mesma família. As vítimas, segundo a 13ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior, são: Angeline da Silva Costa, 33 anos, Rosalvo Ferreira da Costa, 60 (pai de Angeline), Thalita Ribeiro da Silva Lopes, 31, Delma Ribeiro da Silva, 55 (mãe de Thalita), Rebeca Silva Oliveira e Simoni Otilia Gomes Silva, cujas idades não foram divulgadas. As seis vítimas estavam no micro-ônibus. O veículo transportava integrantes de uma família que participou de uma confraternização com outros parentes em GO e retornavam para as cidades de origens na Bahia. O motorista identificado como Abdon dos Santos Cruz, de 33 anos, estava, no momento do acidente, com o documento de identificação do proprietário do veículo, Antonio Messias Ferreira da Silva, 52. Quatro corpos foram encaminhadas para o Departamentos de Polícia Técnica (DPT)  de Jacobina - os que tinham parentesco entre si - e outros dois foram enviados para o DPT de Irecê.
Foto: Nilson Santos/Blog Liberdade Bom Sucesso.
De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o DPT já realizou perícia no local do acidente. Outras 26 pessoas ficaram feridas durante o acidente e foram encaminhadas para o Hospital Geral da Chapada. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), desse total, pelo menos 17 não apresentavam quadros graves. Quatro pessoas foram transferidas para Salvador, duas delas para o Hospital Geral do Estado e outras duas para o Hospital do Subúrbio. O helicóptero do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer) auxiliou na transferência. No momento do acidente, os dois carros, o micro-ônibus e a carreta estavam em um trecho de ladeira na BR-242. Quando a descida acabou e começou uma subida, o carro e o micro-ônibus reduziram a velocidade por conta de um radar de velocidade de 40 km/h.  O caminhão, que vinha logo atrás, acabou perdendo o controle e bateu no fundo do micro-ônibus, que atingiu um Gol branco. O micro-ônibus capotou e passou por cima de um outro carro que estava estacionado, um Celta vermelho. O caminhão parou quando bateu em um muro. *Com informações do CORREIO