Acusado de matar mulher em Eunápolis é preso; vitima pode ter sido estuprada

terça-feira, fevereiro 12, 2019
Alcides Araújo foi preso na casa da mãe (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
O suspeito de matar Marly Landa de Jesus, 54 anos, na cidade de Eunápolis, foi preso por volta das 9h30 da manhã desta segunda-feira (11), em cumprimento a um mandado judicial. Alcides Araújo de Souza, 39 anos, foi detido pela Polícia Militar na casa da mãe dele, no bairro Santa Isabel, mesma localidade onde ocorreu o crime. Segundo as investigações, no local foram apreendidas algumas peças de roupas com manchas de sangue. Havia vestígios de sangue também no portão de entrada da residência e no lençol que cobria o sofá da sala.
Marly foi encontrada morta, dentro da casa onde morava, na tarde de domingo.
Há indícios, conforme as informações, que o acusado tenha usado as roupas no sábado (09), dia que ocorreu o assassinato. O homem negou a acusação. No entanto, teria reconhecido que as roupas eram suas. "Alcides foi visto em frente à residência da vítima no sábado. Diversas testemunhas descrevem que ele usava as mesmas roupas apreendidas nesta segunda", afirma o delegado Moisés Damasceno, coordenador regional da Polícia Civil. Marly Landa de Jesus tinha 54 anos e foi encontrada morta dentro de casa, na tarde de domingo (10). O filho contou que precisou arrombar a porta. Havia marcas de lesões na cabeça e de asfixia mecânica. A polícia suspeita ainda que tenha ocorrido um estupro, pois ela estava despida da cintura para baixo. *Com informações do Radar 64