Mais de 100 jumentos morrem na Bahia após doença causada por maus tratos

sexta-feira, fevereiro 15, 2019
Uma doença metabólica sem cura e desenvolvida por causa dos maus-tratos já matou mais de 100 jumentos dos cerca de 800 encontrados há quase duas semanas em um confinamento ilegal, na zona rural de Canudos, no centro-norte da Bahia. Com anuência do Ministério Público da Bahia, os animais estão há uma semana sob a tutela do Fórum Nacional de Proteção Animal, entidade que tem sede em São Paulo e da qual participam diversas ONGs de proteção aos direitos dos animais. Com essas mortes, sobe para 300 o número de jumentos mortos na fazenda, onde dois chineses mantinham os animais para depois levá-los para o abate. Os orientais foram multados pela Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) em R$ 40 mil por realizar o transporte ilegal dos bichos. Segundo a bióloga Patrícia Tatemoto, representante no Brasil da The Donkey Sanctuary, ONG britânica que atua de forma global na defesa dos jumentos, a doença que afeta os animais é conhecida como hiperlipemia e há risco de mais mortes. Leia mais no GIRO