Maracás: Justiça manda prender ex-vereador acusado de proibir distribuição de água em poços artesianos

sexta-feira, fevereiro 01, 2019
A Polícia Civil de Maracás cumpriu um mandado de prisão preventiva contra o ex-vereador do município e presidente da Associação de Trabalhadores Rurais da Tábua de Marin, Demival José Fontes, conhecido popularmente como Val Fontes, nesta quarta-feira (30). A polícia informou que o ex-parlamentar descumpriu medidas cautelares impostas pela Justiça. Segundo o Blog do Marcos Frahm, ele foi denunciado por moradores sob a acusação de inviabilizar a distribuição de água em dois poços artesianos instalados em uma área de sua propriedade, sendo que um deles teria sido construído pela Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb). Os moradores da região relataram que Dermival estaria cobrando taxas pela distribuição de água nos poços que foram instalados para servir a comunidade. Ainda de acordo com a publicação, ele não poderia se aproximar das fontes de água. O ex-parlamentar foi encaminhado para a Delegacia Territorial de Maracás e segue detido na unidade prisional à disposição da Justiça. *Com informações do blog Marcos Frahm