Oito funcionários da Vale são presos em investigação sobre barragem de Brumadinho

sexta-feira, fevereiro 15, 2019
Uma presa deixa a sede do Dema, em BH — Foto: Carlos Amaral/G1
Oito funcionários da Vale foram presos, na manhã desta sexta-feira (15), em investigação sobre a barragem de Brumadinho, em Minas Gerais. Segundo o G1, a operação ocorre em Minas Gerais, São Paulo e no Rio de Janeiro. Foram presos quatro gerentes (dois deles, executivos) e quatro integrantes de áreas técnicas. São eles: Joaquim Pedro de Toledo, Renzo Albieri Guimarães Carvalho, Cristina Heloíza da Silva Malheiros, Artur Bastos Ribeiro, Alexandre de Paula Campanha, Marilene Christina Oliveira Lopes de Assis Araújo, Hélio Márcio Lopes da Cerqueira e Felipe Figueiredo Rocha. De acordo com o Ministério Público, a ação visa "apurar responsabilidade criminal pelo rompimento de barragens existentes na Mina Córrego do Feijão, mantida pela empresa Vale, na cidade de Brumadinho”.