Polícia Civil investiga motivação e autoria de assassinato de mulher em Ubatã

terça-feira, fevereiro 26, 2019
Comerciária foi morta com tiro na nuca (Foto: Divulgação)
A Polícia Civil de Ubatã iniciou, nas primeiras horas desta segunda-feira (25), as investigações para apurar o homicídio de Uana Soares da Cruz, de 29 anos, morta com um tiro na cabeça na frente do filho de apenas 11 meses na rua 3, do Bairro Relíquia (lembrar). O homicídio ocorreu por volta de 1h da madrugada desta segunda, mas só foi notado pelos familiares por volta das 3h. Segundo informou a Polícia Civil, os disparos ocorreram por volta de 1h, mas os familiares pensaram que haviam sido na rua. Só notaram a tragédia quando a criança começou a chorar horas depois e flagraram a vítima alvejada, já sem os sinais vitais. Anda nesta segunda-feira o delegado Paulo de Tarso, que conduz as investigações, já ouviu três testemunhas e já fez diligências em algumas localidades do município. A Polícia seguirá ouvindo testemunhas nesta terça e aguardará o resultado da perícia e também da necropsia. Ao Ubatã Notícias, a Polícia Civil confirmou que trata o caso como execução, mas evitou dar maiores detalhes sobre a investigação. Algumas circunstâncias na cena do crime, no entanto, chamam a atenção da Polícia, como as marcas de tiro na parede e a posição em que o corpo foi encontrado sobre a cama. Em tempo, Uana Soares era comerciária, não tinha passagem pela polícia e familiares e amigos garantem que não tinha envolvimento com o crime. *Do Ubatã Notícias