Estudantes do Colégio Estadual de Ipiaú protestam contra falta de professores para surdos e de merenda escolar


Estudantes realizam manifestação em apoio a colegas surdos (Foto: Giro Ipiaú)
Alunos do Colégio Estadual de Ipiaú protestam na manhã dessa sexta-feira, 15, em frente a unidade escolar, por falta de professores para surdos e de merenda escolar. Por volta das 07h40 os estudantes interditaram a Avenida Getúlio Vargas por conta da manifestação que se estenderá pela manhã. Segundo apurou o GIRO no local, três estudantes surdos no segundo ano estão sem professor desde o início das aulas, em 11 de fevereiro.
Policiais militares acompanham a manifestação (Foto: Giro Ipiaú)

As mães de dois dos estudantes também participam do protesto. Elas contam que a situação vem causando uma sensação maior de exclusão social para os filhos. Além dos estudantes do segundo ano, o Colégio Estadual de Ipiaú tem mais dois especiais auditivos no terceiro ano, esses contam com um intérprete na sala. A ausência desses profissionais ocorre desde o ano passado.

Estudantes interditaram a Avenida Getúlio Vargas (Foto Giro Ipiaú)
A vice-diretora do colégio, Cristine Santana, informou à nossa reportagem que já solicitou um professor de libras, mas até o momento o pedido não foi atendido pela secretaria de educação. “Já entramos em contato com o Núcleo, com a secretaria de educação, e eles pediram para a gente esperar a solicitação contratual e infelizmente a gente continua aguardando, ainda”, comentou.  Sobre a falta de merenda escolar a vice-diretora disse que os produtos que estavam sendo usados até a semana passada ainda foram do estoque do ano anterior e que já foi feita a licitação e agora só aguarda a chegada do material. A expectativa é que até a próxima semana seja resolvida essa demanda. Nossa reportagem tentou contato com o Núcleo Regional de Educação, em Jequié, mas até a divulgação dessa matéria não tivemos retorno. (Giro Ipiaú)