João de Deus perdeu 17 quilos e tem pensamentos suicidas na prisão

sexta-feira, março 08, 2019
O médium João de Deus, preso há mais de 80 dias sob acusação de ter abusado sexualmente de mais de 500 mulheres durante atendimentos na Casa Dom Inácio de Loyola, em Goiás, já teve pensamentos suicidas na prisão. A situação atual do médium foi divulgada por uma reportagem da Veja, nesta sexta-feira (8). Laudos escritos por um psiquiatra e um médico apontam que ele enfrenta sérios problemas de saúde, além de ter descuidado da higiene. O psiquiatra Leo de Souza Machado afirma em um dos laudos: "só não cometeu suicídio pois ainda tem sua filha pequena e não quer morrer sem voltar a vê-la, além de não querer 'contrariar a Deus'". A visita ao médium aconteceu no dia 22 de fevereiro.