Suspeitos das mortes de Marielle Franco e de motorista são presos no RJ

terça-feira, março 12, 2019
Marielle e motoristas foram mortos em março de 2018 (Foto: Divulgação)
Policiais da Divisão de Homicídios e promotores do Ministério Público estadual do Rio de Janeiro prenderam, na manhã desta terça-feira (12), um policial militar reformado e um ex-policial militar apontados como suspeitos pelos assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Um dos presos, o policial militar reformado Ronnie Lessa, 48 anos, é apontado pelas investigações como o suspeito que atirou contra a vereadora. Durante todo o dia, haverá buscas em 34 endereços de outros suspeitos. Além de Ronnie, a polícia prendeu também o policial militar Élcio Vieira de Queiroz, de 46 anos. Os crimes completam um ano nesta quinta-feira (14).
Policial reformado e ex-pm foram presos (Fotos: Divulgação)
Segundo as investigações, Ronnie teria feito disparos contra a vereadora e Elcio teria dirigido o carro usado para levar o assassino. Ronnie estaria no banco de trás do Cobalt. A investigação sabe que ele fez pesquisas na internet sobre locais que a vereadora frequentava. Os investigadores sabem também que desde outubro de 2017 o policial pesquisava a vida de Marielle e também do então deputado estadual Marcelo Freixo.  O sargento Lessa foi preso em casa. Ele mora no mesmo condomínio onde o presidente Jair Bolsonaro tem uma casa, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. (G1)