Doce Mel não consegue vencer o Olímpia no estádio Pedro Caetano

domingo, abril 14, 2019
Equipes se enfrentaram no estádio Pedro Caetano, em Ipiaú (Fotos: Giro Ipiaú)
Jogando no estádio Pedro Caetano na tarde desse domingo, 14, o Doce Mel Esporte Clube não conseguiu um bom resultado dentro de casa na 6ª Rodada do Campeonato Baiano da Série B. A equipe que representa Ipiaú na competição ficou no empate com o Olímpia. O time adversário abriu o placar com um gol de pênalti, marcado por Chorinho, aos 10 minutos do primeiro tempo. Quatro minutos depois o zagueiro Anderson descontou para o Doce Mel.
No segundo tempo as duas equipes tiveram grandes chances de gols, mas a partida ficou no 1X1. O próximo desafio da equipe do Doce Mel será contra o PFC Cajazeiras, no domingo 21, na cidade de Cachoeira.

O JOGO/por Romário Henderson
O jogo começou e terminou com a bola sob total domínio e controle do Olímpia, que mais entrosado e, sobretudo, bem mais preparado fisicamente, girava o jogo, buscava os espaços e tinha em Bida, seu camisa 10, um toque de classe. O ex-jogador de Vitória e Santos deitou e rolou no meio campo, distribuiu bem as jogadas, deu um pombo sem asa no travessão e quase levou sua equipe à vitória.
O sistema de marcação do Doce Mel não funcionou bem, o setor de criação foi deficiente e o ataque praticamente nulo. Rayllan estreou e foi inoperante, mais uma vez os laterais foram uma extrema decepção e no segundo tempo alguns atletas demonstraram estarem mal fisicamente. Elias promoveu mudanças, mas estas não surtiram efeito. Detalhe: Kekeu, que fez um grande jogo contra o Cajazeiras, foi para o banco e sequer entrou.
Estádio recebeu cerca de 700 torcedores (Foto: Giro Ipiaú)
É provável que Elias Borges não o conheça e/ou não recebeu informações de dentro sobre as características do atleta. Elias preferiu insistir com um Tiago Carnaíba corredor, que não acertava as jogadas. Diante disso, o Olímpia mandou três bolas na trave no segundo tempo, em algumas delas houve o toque do goleiro Lupita, que foi um gigante, um paredão, o melhor jogador da partida. Não fosse ele, o Olímpia teria vencido até com certa facilidade. O camisa 5 Ninho também foi um gigante no time do Doce Mel, tanto marcou como saiu para o jogo. Faltou ao Doce Mel mais gana, desejo de vencer o jogo. O resultado foi ruim, e a situação ficou difícil. Restando quatro jogos, só uma recuperação extraordinária para o time conseguir terminar entre os dois primeiros. Mas enquanto tiver chances matemáticas, o Doce Mel precisa acreditar.

Na rodada desse final de semana, O UNIRB venceu o Canaã por 2x0 e o Cajazeiras atropelou o Galícia com 4x0. Após o final da rodada a classificação ficou assim: