Grupo de vereadores justifica ausência em duas sessões seguidas na Câmara de Ipiaú


Foto: Giro Ipiaú

“Atropelo Regimental”. Essa é a justificativa do grupo formado por sete vereadores que faltaram duas sessões seguidas na Câmara Municipal de Ipiaú. Na manhã dessa sexta-feira, 03, os vereadores Naciel Ramos, Andreia Novaes, Orlando Santos, Cláudio Nascimento, Robson Moreira e Josenaldo de Jesus (Jô da AABB) convocaram uma coletiva com a imprensa local para explicar o motivo da ausência. O vereador Carlinhos não pôde comparecer na entrevista. O edil Cláudio Nascimento foi o porta voz do grupo e defendeu a espécie de retaliação nas sessões das últimas duas semanas ao fato da mesa diretora da Câmara infringir o regimento interno e não colocar em votação o Projeto de Lei nº 008/2019 que autoriza o Poder Executivo Municipal a contratar operação de crédito, junto ao Desenbahia, no valor de R$ 4 milhões para serem investidos em pavimentação de ruas em paralelepípedos e construção de praças públicas. Cláudio informou que o projeto foi lido no dia 04 de abril e já deveria ser colocado em votação. Na segunda-feira, 06, o grupo dos sete vereadores pretendem se reunir com o presidente da Câmara, Alessandro Moreira (San de Paulista), para discutir a situação e sugerir a realização de uma sessão extraordinária para a votação do projeto do Desenbahia e na sessão ordinária seguidas serem votadas as contas do ex-prefeito Deraldino Araújo, referente ao último ano do seu mandato. (Giro Ipiaú)