Ex-presidentes da Câmara de Ilhéus continuam foragidos


Políticos são alvos de operação do MP.

*Do Bahia Notícias

Seis dias após ser deflagrada a Operação Xavier, os ex-presidentes da Câmara de Vereadores de Ilhéus, Tarcísio Paixão e Lukas Paiva, continuam foragidos. Segundo informou nesta terça-feira (21) o promotor Franki Ferrari, nenhum dos dois foi localizado pela força-tarefa comandada pela 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus e do Gaeco [Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais].

Tarcísio Paixão comandou a Câmara no biênio 2015-2016. Já Lukas Paiva foi presidente entre 2017-2018. Os dois continuam com mandato na Câmara da cidade. Um dos três presos na Operação, o empresário Aêdo Laranjeira de Santana pediu nesta segunda-feira (20) a conversão da prisão preventiva em prisão domiciliar. “Ele alegou estar gravemente enfermo, e o Ministério Público a vista das provas que eles juntaram se manifestou favorável. Agora essas provas que ele enviou estão em fase de apreciação judicial”, disse o promotor ao Bahia Notícias.

Além de Aêdo Laranjeiras, estão custodiados no presídio de Ilhéus, o secretário municipal de Agricultura, Valmir Freitas do Nascimento, já exonerado, e o também empresário Cleomir Primo Santana. A Operação Xavier foi deflagrada após investigação que apontou um suposto esquema de fraudes em licitações, contratos e lavagem de dinheiro. Os crimes teriam ocorrido entre 2011 e 2018.