Diretor do HGI divulga nota rebatendo acusações de deputado


Hospital Geral de Ipiaú (Foto: Divulgação)

O diretor do Hospital Geral de Ipiaú, João Henrique Cruz, comentou por meio de nota pública divulgada na quarta-feira, 29, sobre as críticas do deputado estadual Eduardo Alencar (PSD) proferidas na tribuna da Assembléia Legislativa na sessão ordinária do último dia 22 de maio. Segundo o deputado, alguns médicos estariam insatisfeitos com o comportamento de João Henrique.  “É um diretor que não dá nenhuma tranquilidade, nenhuma paz para esses colegas”, disse o deputado que também é médico.

Na nota pública o diretor destaca: “Considerando que a Gestão Pública, deve atuar em respeito aos princípios constitucionais da Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência, restou imperiosa a necessidade de se exigir o cumprimento da jornada de trabalho de todo quadro de funcionários. Neste sentido, o corpo Diretivo da unidade reformulou a escala de plantões, ocorrendo em alguns casos o aumento de mais um plantão/mês. Contudo, alguns poucos profissionais declararam insatisfação quanto à adequação da jornada legal de trabalho. A partir de então, o Diretor Geral passou a ser vítima de comentários maldosos, de caráter difamatório e baseado em inverdades”, diz.

Na contramão das reclamações, médicos conceituados e conhecidos na cidade e região, como o ginecologista Leôncio Campos e o dentista Dr. Tião gravaram videos em defesa da atual direção da unidade hospitalar de referência microrregional e que atende a uma população superior a 300 mil habitantes. Na nota, o diretor agradece aos apoios recebidos: “A direção da unidade vem a público agradecer a todos os funcionários da unidade que se dedicam a cuidar de cada paciente assistido pelo HGI, agradecendo ainda, os votos de solidariedade, apoio e reconhecimento de funcionários, autoridades e da população em geral ao trabalho coordenado pelo Enfermeiro João Henrique Cruz Sampaio, que vem desempenhando seu trabalho com zelo, dedicação, responsabilidade e compromisso para com a Saúde Pública” (ver nota completa).