Jequié: Alunos do Curso de Direito da FTC divulgam carta de repúdio contra a instituição


Alunos do 4ª semestre de Direito da Faculdade de Tecnologia e Ciências – Campus Jequié, em uma carta divulgada essa semana, repudiam a decisão da coordenadoria de não ofertar as disciplinas compatíveis com o semestre, o que, segundo eles, irá afetar a turma.

“Entendemos que a adoção desta medida, por parte da referida instituição, objetiva exacerbar ainda mais a lucratividade do curso, nos forçando a ocupar as lacunas deixadas por alunos desistentes do 5º semestre, evitando o custo com os professores que a nós ministrariam as disciplinas apropriadas ao conhecimento que até agora acumulamos, segundo a grade curricular estabelecida pela própria FTC, da qual recebemos uma cópia, no momento em que assinamos o primeiro contrato de prestação de serviços, e onde há o detalhamento das disciplinas que cursaríamos, nos dez semestres de duração da graduação”. Diz trecho da carta. Os estudantes solicitam que a coordenação revise a atitude tomada e retome a grade curricular original. Uma assembleia geral foi marcada pelo estudantes para a próxima segunda-feira, 15, às 18h no auditório da FTC. O setor de comunicação do Campus da FTC em Jequié enviou à nossa redação uma nota sobre o caso. Segue abaixo:

“A FTC Jequié esclarece que foi feita uma otimização da oferta das disciplinas do curso de Direito, respeitando todas as diretrizes do projeto pedagógico determinadas pela portaria de autorização do MEC. A Instituição informa que a grade curricular do referido curso permanece inalterada e reforça que não há qualquer prejuízo acadêmico ou financeiro para os estudantes. A flexibilidade na movimentação de disciplinas entre os períodos é uma aplicação prevista na oferta do curso, que acontece sob o sistema de crédito, respeitando os pré-requisitos entre as disciplinas. A FTC ressalta ainda que preza pela excelência na formação dos seus estudantes e que tem o compromisso social de agir com transparência, colocando-se à disposição para acolher as dúvidas daqueles que desejarem.”