Ipiaú: Comerciantes de área atingida por incêndio no Centro de Abastecimento serão transferidos


Reunião entre de feirantes com a prefeitura de Ipiaú.

A Prefeitura de Ipiaú decidiu pela imediata transferência de todas as barracas que ocupavam o galpão onde verificou-se um incêndio na tarde da última segunda-feira, 15. A decisão foi anunciada durante a reunião que a Procuradora Jurídica do Município, Isabelle Araújo e o Secretário da Indústria e Comércio, Helvécio Cardoso, realizada ontem (terça-feira, 16), no auditório do Colégio Celestina Bittencourt, com os barraqueiros que ocupavam o local sinistrado. Alguns comerciantes chegaram a questionar, entretanto, diante dos argumentos apresentados pelos representantes da Prefeitura acabaram acolhendo a proposta. “Não podemos permitir que vocês corram o risco de serem vitimas de um desmoronamento, já que a estrutura do galpão ficou completamente insegura após o incêndio”, explicou a procuradora.Na oportunidade, ficou definido que as barracas de frutas e verduras se juntarão às outras que comportam os mesmos produtos e localizam-se na área lateral do prédio, sentido saída para Ibirataia. Já aquelas destinadas a tecidos, calçados e similares, serão alocadas nos canteiros gramados em frente ao prédio. A Prefeitura garantirá a infraestrutura do espaço e buscará meios de auxiliar os barraqueiros, sobretudo os que sofreram mais prejuízos com o incêndio. Ainda nesta quarta-feira, 17, a prefeita Maria das Graças terá um encontro com os barraqueiros e provavelmente anuncie novas decisões em relação ao caso.

Dessa reunião no Colégio Celestina Bittencourt, também participou o presidente da Associação Comercial dos Feirantes de Ipiaú (ACFI), Ananias de Souza , o popular “Cascatinha”. Ele disse que a diretoria da entidade vem se movimentando para angariar recursos destinados a minimizar os prejuízos sofridos por alguns associados. “Faremos promoções, rifas, enfim, campanhas que venham contribuir para atenuar o sofrimento dessas pessoas ”, destacou o presidente.

O secretário Helvécio Cardoso revelou que o galpão onde ocorreu o incêndio foi construído na gestão passada e que esta não teve a preocupação de providenciar uma ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) para a edificação. Helvécio adiantou que o Governo do Estado dará continuidade à obra de reforma e ampliação do Centro de Abastecimento, inclusive a construção de um novo galpão no lugar do que foi comprometido pelo fogo. (José Américo Castro/Dircom Prefeitura).