Justiça condena vereador de Jequié por ofensas contra radialista em grupo de Whatsapp


Foto: Reprodução

A 1ª Vara do Juizado da Comarca de Jequié condenou o vereador Gilvan Souza Santana (PPS), mais conhecido como Soldado Gilvan, a pagar R$ 5 mil de danos morais ao radialista e cinegrafista Emanoel Andrade por propagar falsas acusações contra o profissional de imprensa em grupo no Whatsapp. A administradora do grupo, Eliane Brito Santana, também terá que pagar R$ 2 mil ao radialista. A informação foi divulgada pelo site Bocão News.

“O Saldado Gilvan postou em diversos grupos e redes sociais que eu espalhava notícias falsas, fake news. Ele dizia que eu produzia matérias para denegrir a Câmara de Vereadores de Jequié e vereadores da minoria, que são oposição ao prefeito. Eu acionei a Justiça, ele não teve provas e foi condenado. Achei a decisão assertiva porque trouxe a luz da verdade. O vereador me caluniou, difamou e atentou contra a minha honra”, comentou o radialista. Um dos grupos onde as acusações contra Andrade foram divulgadas possui mais de 200 membros, dentre eles autoridades da Bahia. Leia mais no BOCÃO