Técnico da Seleção de Ibirataia está otimista com participação da equipe no Intermunicipal


Técnico Márcio Caricchio foi entrevistado pelo GIRO.

O Campeonato Intermunicipal de Futebol começou no último domingo, 04, com a abertura entre a atual campeã Itamaraju x Porto Seguro. No próximo domingo, 11, as demais seleções farão sua estreia, uma delas é a seleção de Ibirataia. O elenco vem treinando forte e se preparando para fazer uma boa campanha. O técnico Márcio Caricchio conversou com a reportagem do Giro. Abaixo, segue o conciso bate papo.

GIRO: Quem é Márcio Caricchio?
– Tenho 43 anos, resido em Ibirataia e curso o 6º semestre de Educação Física. Fui campeão no Campeonato Municipal de Ibirataia em 2012 e vice em 2013, trabalhei como preparador físico pela seleção de Ibirataia no Intermunicipal 2014 (técnico Gilvaldo) e 2015 (Zé Carijé). Também fui técnico da seleção de Ibirataia Sub 17 e Sub 20, formando a Base.

GIRO: Ibirataia está retornando ao Intermunicipal após dois anos. Como está a expectativa de todos para a disputa deste certame?
– Nossa expectativa é a melhor possível, sabemos das dificuldades que a competição vai ter, mas estamos preparados.

Giro: Em campanhas recentes, Ibirataia chegou a fases agudas do Intermunicipal, quase chegou na semifinal em 2014, sendo eliminada por Itapetinga nos pênaltis. Esse grupo que foi formado pode repetir o sucesso do time de 2014?
– 2014 ficou para traz, temos que focar no agora, nosso time é muito qualificado, queremos fazer a nossa história.

Giro: Com qual modelo de jogo você mais se identifica? Explique brevemente.
– É relativo. O modelo de jogo no intermunicipal varia muito de cada partida. O modelo de jogo não é relacionado somente na ideia de jogo do treinador. Existem outras características essenciais, Características dos jogadores que a equipe possui, cultura de futebol local.

Giro: Com quais perfis de atletas você gosta de trabalhar?
– É fundamental ter atletas com grande velocidade de raciocínio, ser um atleta inteligente que saiba ler o jogo da maneira correta com a maior velocidade possível. O futebol hoje pede muita intensidade e comprometimento.

Giro: Muitos treinadores sempre afirmam que uma equipe vencedora precisa ter união, absoluto respeito, foco e concentração no trabalho. Você concorda com isso? Acrescentaria mais alguma coisa? E o que você pretende fazer para conseguir implantar isso nesse elenco da seleção de Ibirataia?
– Precisamos pensar na formação de um bom ambiente facilitador para que as relações ocorram de maneira positiva. Depois muito trabalho tático e buscar sempre intensidade nos treinamentos.

A seleção de Ibirataia está no grupo 12, ao lado de Jaguaquara, Ibirapitanga e Maracás. A equipe faz a sua estreia dentro de casa, às 15h, contra Jaguaquara. (Giro/Romário Henderson)