Acusados de matar mototaxista de Ipiaú em Ilhéus são presos


Fotos: Blog Verdinho Itabuna

Um crime que revoltou não apenas a classe dos motoboys, mas também a toda a comunidade, tem um novo desfecho. Jonas Santos, conhecido como índio, e Vanderson de Oliveira, vulgo Banguelo, foram presos temporariamente pelos policiais civis da delegacia de repressão a furtos e roubos de Ilhéus nesta segunda-feira (12). Os dois indivíduos são os principais suspeitos de assassinarem o ipiauense Edgar João dos Santos Filho, no dia 22 de julho (ver aqui). A dupla foi presa por volta das 20h no bairro Banco da Vitória, em Ilhéus. Em interrogatório, “Índio” acabou confessando ser ele o autor do disparo que tirou a vida do trabalhador. Banguelo, por sua vez, afirma que guardou a arma do crime logo após o latrocínio a pedido de Jonas Santos, vulgo índio.

Foto: Reprodução/Blog Fábio Roberto

De acordo com a polícia, Índio planejou o assalto. Ele teria ido para o bairro do malhado e pegado a corrida com Edgar até a morada do Porto. Chegando lá, ele anunciou o assalto e foi surpreendido com a reação da vítima. Edgar tentou proteger seu patrimônio dando golpes no assaltante com o capacete. Isto fez com que Índio desse um tiro inicialmente para cima, e logo depois, em direção a vítima. Ao ver Edgar caído, ele pegou a moto e deixou o corpo em um matagal chamado “ruinha”. Depois, foi até a casa de “banguelo” para que ele guardasse a arma do crime. Para a polícia não resta dúvidas, pois, Índio já foi reconhecido por testemunhas. Entretanto, as investigações continuarão de forma eficaz para que haja provas suficientes e os autores possam pagar pelo crime. *Com informações do Verdinho Itabuna