Sandro Régis aponta inoperância do governo do Estado em relação a mananciais


No segundo dia da Semana do Clima realizada pelas Nações Unidas em parceria com a Prefeitura de Salvador, o deputado estadual Sandro Régis, líder do Democratas na Assembleia Legislativa, cobrou explicações do governo do estado sobre a real situação em que se encontram os mananciais de água potável do estado. De acordo com Régis, esses mananciais vêm sofrendo grandes impactos decorrentes das atividades predatórias nos últimos anos. “É preciso um monitoramento constante das atividades industriais, das explorações agrícolas e instalações de aterros sanitários nas bacias hidrográficas. Mas o que se vê no atual governo é apenas inoperância”, destaca Régis.

“Esse monitoramento dos mananciais é de fundamental importância para o abastecimento de água na capital e nos municípios do interior. Se não conseguirmos garantir a preservação e o controle eficiente dos recursos hídricos, poderemos ser pegos de surpresa daqui a pouco”, pontua o deputado, acrescentando que a população da Bahia correrá o risco de viver uma nova situação de racionamento.

Ainda de acordo com o deputado, o governo não tem disponibilizado informações sobre os mananciais subterrâneos e superficiais. “É fundamental que sejam apontados dados como presença de fontes poluidoras, qualidade da água, locais de captação e lançamentos de esgotos”, ressalta Régis, lembrando que deve ser informado também se na região do entorno dos mananciais há desmatamento, áreas de proteção ambiental e de criação de animais, indústrias, aterros sanitários, áreas de irrigação com uso de fertilizantes e pesticidas, entre outras fontes poluidoras que causam impacto ao corpo hídrico.