Jaguaquara: Suspeito de participação em morte de agente da Civil morre em confronto com policiais


Material apreendido com o suspeito.

Após informações de que um indivíduo conhecido pela alcunha Igor Seco, que possuía mandado de prisão em aberto e seria suspeito de participação na morte do policial Civil Dilton Carlos, crime ocorrido no Centro de Jaguaquara em (02/04/15) – [relembre], se encontrava homiziado em uma residência na Rua Abílio Procópio, entre os bairros São Jorge e Casca uma guarnição da Polícia Militar foi até o local indicado, onde pessoas que estavam nas proximidades saíram abruptamente e os militares fecharam o cerco ao imóvel. Ainda de acordo com a Polícia Militar, foi iniciada incursão para acesso a área interna da casa, momento em que foram disparados tiros na direção dos policiais, havendo revide, sendo o suspeito alvejado.

Dilton foi morto em 2015 (Foto: Marcos Frahm)

O mesmo havia caído ao solo, com arma em punho, sendo socorrido pelos policiais ao Hospital Municipal de Jaguaquara, mas não resistiu e foi a óbito, conforme relata a nota oficial divulgada no início da noite pela PM através da 3ª Cia. No interior da casa, foram apreendidos: 01 revólver, marca ROSSI, calibre .22, nº suprimido, com 4 munições deflagradas e 4 intactas; 01 revólver, marca Taurus, calibre .32, nº suprimido, com 1 munição intacta; 05 aparelhos celulares, de marcas Sansung, Motorola, Lenovo e Alcatel, além de 01 porção média de substância análoga ao Crack e 01 porção pequena de substância análoga à maconha. Todo o material apreendido foi apresentado na Delegacia Territorial de Jaguaquara e o corpo de Igor Gomes Santos, 37 anos, encaminhado ao Instituto Médico Legal de Jequié. *As informações são do Blog Marcos Frahm