Justiça determina que prefeito de Jequié restabeleça pagamento da regência aos professores


Em decisão da 2ª Vara dos Feitos de Rel. de Cons, Cíveis e Comerciais de Jequié, de 03 de setembro de 2019, o Mandado de Segurança Coletivo impetrado pela APLB Sindicato – Delegacia do Sol contra a Prefeitura Municipal de Jequié sobre o restabelecimento da gratificação/regência, suspensa pelo Decreto Municipal nº 20.091, de 06 de agosto de 2019, recebeu parecer favorável para que seja restituída imediatamente as/aos professoras/os municipais.

A decisão reconhece a legalidade da gratificação/regência, nos termos concedidos nas Leis nº 1.445/1998 (Estatuto do Magistério Público Municipal) e 1.613/2004 (Plano de Carreira e Remuneração do Magistério Municipal), contrapondo-se ao que a Gestão Municipal alegou para justificar a suspensão do direito supracitado.

A Justiça determinou que o prefeito municipal, Sérgio da Gameleira, restabeleça de imediato a gratificação de regência ou valorização do magistério para os professores municipais, nos termos concedidos nas Leis nº 1.445/1998 (Estatuto do Magistério Público Municipal) e 1.613/2004, até que o julgamento definitivo, sob pena de multa fixa no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais), pelo descumprimento da ordem.Representantes da Comissão Permanente de Negociação e da APLB estiveram reunidos, na sede Prefeitura e a informação divulgada pela APLB é de que o chefe do Executivo assegurou para os presentes na reunião o que já havia informado em conversa com a imprensa que assim que for notificado irá honrar o que determina a Justiça em sua decisão. *Do Blog Marcos Frahm