Juiz cassa mandatos de prefeito e vice de Brumado por causar gastos ilegais


Foto: Reprodução

O prefeito e o vice-prefeito da cidade de Brumado, no sudoeste da Bahia, tiveram mandatos cassados, nesta terça-feira (17), por causa de gastos ilegais nas eleições de 2016. A condenação foi feita pelo juiz Genivaldo Alves Guimarães, da 90ª zona eleitoral do município.

Na sentença, o juiz afirma que condutas ilícitas comprometeram a regularidade das eleições, afetando sua normalidade e acarretando a ilegitimidade dos mandatos de Eduardo Vasconcelos (PSB) e Édio Pereira (PC do B), prefeito e vice, respectivamente.

Além disso, o juiz suspendeu os direitos políticos de Eduardo e Édio por oito anos. Os dois recorreram da decisão judicial e permanecem no cargo até que haja análise do recurso pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). *As informações são do G1