Mais de 581 mil baianos já fizeram saque de R$ 500 do FGTS


Mais de 581 mil trabalhadores da Bahia já realizaram o saque de R$ 500 referente ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) na Bahia, desde que houve a liberação na sexta-feira passada, informou nesta segunda (16) a Caixa Econômica Federal. Os saques podem ser feitos por pessoas que nasceram entre os meses de janeiro a abril e vão até o dia 31 de março de 2020. A pessoa pode escolher entre sacar tudo de uma vez ou em parte, mas se não fizer isso até a data limite para o saque o que não tiver sido retirado retorna para a conta do FGTS.

Até março, cerca de R$ 2,5 bilhões devem ser injetados na economia baiana, caso os cerca de 5 milhões de baianos que têm direito ao saque façam a retirada do dinheiro da conta do FGTS. Porém o total que circulará na economia baiana poderia ser R$ 1.040.275.117,80 a mais. Este é o valor correspondente à dívida total de 8.837 empresas que estão registradas na dívida ativa da União por conta de não terem quitados os débitos referentes ao FGTS na Bahia, segundo a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional.

E por conta desse problema das empresas, cerca de 337 mil trabalhadores da Bahia não poderão fazer o saque de R$ 500. Segundo o Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT-5), há 19.403 processos em tramitação que versam sobre o tema FGTS na Justiça do Trabalho da Bahia. Deste total, 5.979 tratam diretamente de FGTS e 13.424 sobre a multa de 40% referente ao pagamento em caso de demissão sem justa causa. O órgão judicial não informou desde quando os processos estão em tramitação. Leia mais no CORREIO