Manchas de óleo não inviabilizam turismo em cidades atingidas na Bahia, diz Ibama


As pelotas de petróleo que avançam pela costa da Bahia e atingem todo o Nordeste não devem inviabilizar o turismo no estado, de acordo com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) na Bahia. O superintendente do órgão, Rodrigo Alves, visitou nesta quarta-feira (16) áreas atingidas ao lado do ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles.

Após a vistoria, o superintendente declarou que foi importante visitar as áreas para perceber que muitas das praias impactadas, até mesmo em Salvador, já estavam limpas. “É importante prestar o esclarecimento para a sociedade de que, apesar de grave, essa situação não inviabiliza o turismo do estado”. Alves ainda disse que as manchas não chegam a costa de forma uniforme e, por isso, em muitas praias da Bahia e até mesmo em Salvador, não foram encontradas as manchas.