Jequié: Cinco suspeitos de tráfico de drogas são presos na 2ª fase da Operação Skank


Operação realizada pela Polícia Civil.

Após mais de dois anos de investigação, a Polícia Civil de Jequié, deflagrou nesta semana a 2ª fase da “Operação Skank”, em continuidade à repressão ao tráfico de drogas de alta qualidade que eram comercializadas na cidade de Jequié e região. Segundo informou a polícia, as investigações iniciaram no ano de 2017, tendo sua finalização após inúmeras etapas a fim de buscar elementos de informação e fontes de prova que direcionasse a prática do tráfico. Foram cumpridos nesta semana cinco mandados de prisão temporária e quatorze mandados de busca e apreensão domiciliar nas cidades de Jequié, Barreiras, Valença, Juazeiro, Salvador e Petrolina/PE.

Conforme informações divulgadas pela 9ª Coorpin, Vagner Carvalho de Sousa foi preso por policiais civis da delegacia territorial de Lençóis, enquanto Daniel Marques de Araújo, Mateus Nascimento Meira, Natan Couceiros de Matos Neto e Matheus Bastos Simões foram presos na cidade de Jequié.

Em 30 de agosto de 2019 a Polícia Civil de Jequié havia deflagrado a Fase 1 da operação, oportunidade em que foram presos Edvaldo Merces dos Santos, Daniel Marques de Araújo e Rozeli Ribeiro de Araújo. Naquela oportunidade foi apreendido com o trio mais de 3 kg de maconha skank, produto de alta qualidade avaliada em R$164.150,00 (cento e sessenta e quatro mil e cento e cinquenta reais). Outro dado importante é o poder de concentração desse entorpecente, que chega a ser 100 vezes mais forte que a maconha comum. Além desses investigados presos, a Polícia Civil indiciará outros envolvidos na mercancia ilegal de entorpecentes.