Vendedores autônomos de Dário Meira finalizam com sucesso o 6° ano do evento beneficente


No final do ano de 2019 ocorreu na cidade de Dário Meira a VI Festa dos Vendedores, evento beneficente que antecede o fechamento do calendário de festividades da Região do Médio Rio Das Contas. A festa teve novo recorde de arrecadação de alimentos, sendo que foram adquiridas mais de 08 (oito) toneladas, que foram distribuídas às pessoas carentes de todo o município, incluindo a Sede, os Distritos de Acarací, Ponto Novo, Planalto Íris e as Regiões do Brongo, Serra do Tamanduá e Novo Horizonte (Iraque) – Zona Rural de Dário Meira.Este ano o público presente na celebração elogiou exaustivamente a estrutura da festa, que contou com shows de bandas como Kal Firmino, Luizinho Maderada, Deivson Ferraz, além dos artistas da terra, a dupla, Márcio Cruz e Stela Souza. A estrutura do evento contou ainda com serviços de bar e espaço gourmet,sanitários e coleta de despojos; seguranças da polícia militar, guarda municipal e agentes de portaria; sem deixar de lado ainda a participação das equipes de limpeza para o circuito.“Devemos render graças ao Senhor, pois nos dá o livramento diário nessa nossa peleja de ‘cortar’ milhares de quilômetros Brasil a fora oferecendo de porta em porta nossos produtos aos nossos clientes. Vencemos mais um ano essa contenda contra a miséria, ‘batemos de cinta’ na fome e caso ela teime em nos afrontar, na próxima edição, ‘bateremos de borracha de pneu de caminhão’,” disse o extrovertido e bem humorado Ítalo Fernandes, popular “Sorriso”.

Agradecimentos

O presidente da festa, agradeceu a todos os Vendedores, colaboradores, patrocinadores e os parceiros Cajazeiras FM, Giro em Ipiaú, além de externar gratidão à TV Itapuã na pessoa da apresentadora Jéssica Smetak, ao Programa A Hora da Verdade apresentado por Marcelo e o programa sertanejo do “Vei Xoly”, ambos da Ipiaú FM. Ele ressaltou as dificuldades que são encontradas na construção deste altruísmo, mas pontuou as benesses que a solenidade da solidariedade traz para a cidade e região: “O período embrionário da festa se inicia no final de julho com a arrecadação dos pecunios, sondagens de bandas, estruturas e formatação da festa. Já na véspera e no dia do evento, a economia é movimentada com geração de empregos temporários, salões de beleza, supermercados, lojas de roupas, calçados, transporte, bares, hotelaria entre outros. A festa tem crescido em qualidade e quantidade, mas o momento singular desta cerimônia é quando entregamos as cestas e vemos nos olhos das pessoas que necessitam de comida chorando de alegria e gratidão. Isso nos comove! Daí nosso estímulo para nos anos vindouros multiplicarmos o número de arrecadação de alimentos”, disse Fabrício Silva (um dos organizadores do evento).

O saldo de público e arrecadações foram satisfatórios, e, segundo avaliação dos patronos da festa, os Vendedores, já estão em consenso para manutenção da comissão organizadora para a elaboração da sétima edição, que já prometeu contratação de artistas de envergadura de nível estadual.