Polícia Civil conclui inquérito e indicia condutor por causar acidente na BR-330; um motorista morreu


Motorista da picape morreu preso nas ferragens.

Foi concluído e entregue ao Ministério Público, o inquérito policial que apura a morte de José Santos da Silva, 52 anos, conhecido como Pelé, morador de Itagi, vítima de acidente na BR-330, entre Jequié e Jitaúna (ver aqui), no dia 21 de setembro do ano passado. A colisão entre uma caminhonete (conduzida pelo médico Rômulo), e uma picape Fiat Strada deixou um homem morto e outros dois feridos.No relatório final de 54 páginas, o Delegado da Policia Civil que preside a investigação, Nadson Pelegrini, indiciou o condutor do veículo caminhonete Hilux, por homicídio doloso qualificado, tentativa de homicídio qualificado e porte ilegal de arma de fogo. O Inquérito Policial foi finalizado no final do ano de 2019, mas, em virtude do recesso judiciário, só foi remetido ao MP em janeiro de 2020.

Segundo informou a policia, várias testemunhas foram ouvidas e atestaram que o autor do crime estava embriagado quando conduzia o veículo em alta velocidade, trafegando pela contramão de direção, quando colidiu com o outro veículo. A Polícia Civil ainda juntou ao inquérito policial um vídeo que flagrou o motorista trafegando na contramão logo antes do acidente, e por muito pouco não colidiu com um ônibus da empresa Cidade Sol, cheio de passageiros. Também foi juntado outro vídeo onde é possível ver pessoas retirando bebidas alcoólicas do carro do investigado, logo após a colisão. Após denúncia do MP, o processo foi enviado à justiça e agora familiares da vítima cobram uma resposta do Poder Judiciário.