Sobe para 15 nº de internados por suspeita de intoxicação com cerveja em MG


Quatro pessoas já morreram/ Foto: TV Globo

Agora são 19 os casos de intoxicação por dietilenoglicol investigados pela Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais. De acordo com boletim divulgado nesta sexta-feira (17), o registro mais recente aconteceu em Capelinha, na Região do Vale do Jequitinhonha. Quatro pessoas morreram e 15 estão internadas em estado grave. Ainda segundo o órgão, são 17 homens e duas mulheres que apresentaram os sintomas. Quatro casos de intoxicação por dietilenoglicol foram confirmados e os 15 restantes continuam sob investigação.

Até então chamada de síndrome nefroneural pelas autoridades de saúde, os casos passam a ser denominados, a partir de agora, de intoxicação por dietilenoglicol. A denominação de “síndrome”, segundo a secretaria, era porque não se sabia o que estaria provocando quadros de insuficiência renal e alterações neurológicas nos pacientes.

A Secretaria de Estado de Saúde explicou que apenas a Polícia Civil tem a tecnologia necessária para fazer exames e confirmar com precisão se os pacientes que estão internados foram contaminados pelo dietilenoglicol. Esta seria o motivo apontado pelo órgão para a demora da confirmação dos demais casos.  Leia mais no G1