Baianão: Doce Mel sai na frente, mas leva empate nos acréscimos de 13 minutos


Fotos: Edir Pires/ Giro Ipiaú

A equipe do Doce Mel enfrentou a Jacuipense, na Arena Valfredão, em Riachão do Jacuípe, em jogo válido pela terceira rodada do Baianão e empatou pelo placar de 1 a 1, em um jogo marcado por uma péssima arbitragem. A equipe de Ipiaú saiu na frente no início do segundo tempo. O empate da Jacuipense só ocorreu graças aos 13 minutos de acréscimos. O gol do dono da casa aconteceu aos 56 minutos.

O JogoO técnico Luiz Carlos Cruz promoveu mudanças no time, como a entrada do goleiro Raí, do lateral esquerdo Henrique Santos e o retorno do volante Leandro Sobral. O time mais uma vez se comportou de forma plausível, tomando as ações do jogo, mantendo o mesmo estilo de jogo, com marcação alta, posse de bola e chegada ao campo de ataque. No primeiro tempo o goleiro Raí praticamente não trabalhou, enquanto o Doce Mel finalizou algumas bolas no gol adversário. Na volta do intervalo, o time do Doce Mel que sempre vinha tomando gol nos primeiros minutos, mudou essa façanha e abriu o placar com gol do zagueiro Andreson, aos cinco minutos.A equipe da Jacuipense sentiu o gol e o Doce Mel seguia melhor no jogo. Mas ter marcado um gol foi como ter declarado uma guerra contra a arbitragem, que a partir de então, começou a cometer erros grosseiros e a aparecer mais do que os jogadores. De forma nítida e evidente, o árbitro José Lourenço de Assis, de Maragojipe, invertia as faltas, lance de tiro de meta pro Doce Mel assinalava escanteio pra Jacuipense, em seguida expulsou o zagueiro Andreson, mesmo ele não tendo visto a jogada, e ao perguntar aos auxiliares, ambos também disseram que não viram o lance, conforme relato do meia Jean, após a partida, mesmo assim, ele expulsou o atleta.Com um homem a menos, o atacante Maurício foi sacado e entrou o zagueiro Helbert. A partir daí era ataque contra defesa. Adnael entrou no segundo tempo para puxar o contra ataque, mas a arbitragem seguia fazendo bobagens. O árbitro deu 13 minutos de acréscimo. Em disputa de bola, o volante Leandro Sobral se machucou e teve que deixar o campo.O Doce Mel já havia feito todas as alterações e ficou com nove jogadores em campo. Já nos momentos finais, a equipe da casa conseguiu empatar a partida com gol do atacante Elias, e um minuto depois o árbitro encerrou o jogo. Houve muita reclamação com a arbitragem ao final do jogo, reclamação justa porque teve influência direta no resultado da partida. De qualquer forma, o Doce Mel somou seu primeiro ponto, enquanto a Jacuipense agora tem cinco. O próximo do Doce Mel será na quarta-feira, dia 05 de fevereiro, contra a Juazeirense, em Juazeiro. (Giro/Romário Henderson)