MPT ajuíza ação civil pública contra a prefeita Maria


Foto: Giro Ipiaú

O Ministério Público do Trabalho (MPT) ajuizou uma ação civil pública, nesta segunda-feira (10), contra a prefeita Maria das Graças (PP). Na ação assinada pela procuradora Bradiane Farias Ribeiro Lima, o MPT acusa a gestora municipal de promover seleções questionáveis para a prefeitura, com contratações de estagiários através de meras entrevistas e análises de currículo, com critérios questionáveis.

Segundo o MPT, tal modelo de contratação seria passível de fraude, visto que desprovidos de impessoalidade e tendentes a possibilitar o favorecimento indevido de candidatos. A procuradora requer, no texto da ação, a condenação da prefeita Maria das Graças ao pagamento de R$ 100 mil, por danos morais coletivos. A denúncia foi feita pelo vereador oposicionista Erivaldo Carlos (Pery). A prefeitura deve divulgar nesta terça-feira (11) uma nota pública comentando a denúncia.