Professores aceitam propostas da Prefeitura e encerram paralisação


Foto: Divulgação/APLB

A paralisação dos professores da rede municipal de ensino, iniciada no último dia 06 de fevereiro, teve fim após uma assembleia realizada com a categoria na manhã dessa sexta-feira (14), no auditório do CEI. A informação foi confirmada ao GIRO por Thatiana Eça – Diretora Geral da Delegacia Vale Rio de Contas (APLB Sindicato). “A categoria aceitou a maioria das propostas da prefeitura”, informou a diretora. Ainda segundo Thatiana, os professores farão apenas uma contraproposta em relação a reserva técnica. De acordo com a diretora geral do Sindicato, os professores retornarão às salas de aulas na segunda-feira (17).

Justiça considerou paralisação ilegal

Por volta do meio-dia dessa sexta-feira, 14, a juíza de Direito da Comarca de Ipiaú, Mariana Ferreira Spina declarou juridicamente ilegal a paralisação dos professores iniciada no último dia 05 de fevereiro (ver decisão). A juíza além de considerar abusiva o movimento paredista, determinou aos servidores que aderiram a paralisação que retornem às suas atividades, de forma integral, sob pena de não pagamento dos dias parados.

A decisão dos professores pela finalização da mobilização ocorreu antes da divulgação da sentença da juíza. Por conta do movimento, mais de 6 mil alunos ficaram sem aulas. O início do ano letivo estava previsto pela secretaria de Educação para 6 de fevereiro. Os professores asseguram que os alunos não serão prejudicados e terão as aulas repostas. (Giro Ipiaú)