PF avisa STF que ministros podem ser alvo de atentado terrorista


Foto: Reprodução

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, informou aos colegas da corte que uma célula terrorista pode estar preparando “agressões contra ministros”. O aviso partiu da Polícia Federal (PF), que informou ao ministro Alexandre de Moraes, relator do inquérito que investiga ataques à corte, da situação.

Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, Moraes repassou a informação a Toffoli, que encaminhou um ofício aos demais colegas na última quarta-feira (12), alertando sobre os riscos. “Reforcem a segurança pessoal nas atividades cotidianas”, diz o texto, que é sigiloso.

De acordo com a publicação, os supostos terroristas teriam dito que os ministros mantêm uma rotina que facilita o contato físico e visual. Sendo assim, os magistrados seriam considerados autoridades de fácil acesso a indivíduos que pretendam concretizar algum ataque. A mensagem do grupo teria sido captada em janeiro deste ano na deep web, disparada pela Unidade Realengo Marcelo do Valle.