Coluna Na Mira da Política e os bastidores de Ipiaú e região


SEDIMENTANDO A REELEIÇÃO

Mensagem foi lida no plenário da Câmara.

Parece irreversível a pré-candidatura da prefeita Maria das Graças -PP- à reeleição. A cada dia esta tendência se mostra com maior nitidez, contrariando as tentativas da oposição em subestimar a força que a gestora tem adquirido ao longo deste mandato. Além do carisma que desfruta junto aos diversos segmentos da população ipiauense, sobretudo entre as camadas carentes, Maria tem dado demonstrações de firmeza e capacidade de articulação. As resistências ela tem vencido com assistência, realizações, projetos voltados ao bem estar da comunidade. A cidade vem se convertendo em um canteiro de obras. Têm sido rotineiras as assinaturas de ordens de serviços, as inaugurações…

Nem por isso Maria se contenta. Quer mais e mais. Sendo assim, insiste em bater nas portas do Governo Estadual para pedir pelo município e muito tem conseguido nessas investidas. O Governador Rui Costa a tem na mais alta estima. As alianças com setores realmente interessados no progresso de Ipiaú estão sendo cada vez maiores e melhores. Adesões em massa, indicativos do seu prestigio, do seu bom momento político. Sem abrir a guarda, sem achar que os adversários estão dormindo, sem admitir acomodação, Maria se prepara para o confronto eleitoral, com muita responsabilidade no cargo que ocupa, agindo de boa fé, acreditando na democracia e na força que vem do povo.

LINHA DE FRENTECláudio Nascimento, Naciel Ramos, Orlando Santos, Robson Moreira, Jô da AABB, Andréia Novaes, Carlinhos e Lucas de Vavá. Esta será a linha de frente do time da prefeita Maria das Graças na disputa pela reeleição na Câmara e na Prefeitura. O grupo que se encontra sempre ao lado da gestora, como fies escudeiros, provém do PP e PSD, as duas maiores torres do bloco situacionista.

EM SILÊNCIOO ex-prefeito Deraldino Araujo -DEM- ainda não se pronunciou publicamente quanto à disputa eleitoral, mas fontes fidedignas, ligadas ao mesmo, garantem que ele concorrerá ao cargo que já ocupou por duas vezes consecutivas. Ninguém pode negar a sua força política, mesmo em situações adversas. Deraldino vem perdendo muitos aliados, dentre os quais fortes lideranças da política local, mas também tem recebido dissidentes de outras tendências. Entre os seus principais articuladores estão o vereador licenciado Jean Kleber e o ex-secretário Dino Rebouças. Na Câmara Municipal ele tem a certeza do apoio dos vereadores Fit, Lucas do Social, Edson Marques e Simone Coutinho.

SOCIALISMOO Partido Socialista Brasileiro (PSB) se renova em Ipiaú para o fortalecimento da democracia e construção de um movimento de esquerda. A possibilidade de lançar candidato a prefeito vem ganhando força no grupo. Um dos nomes indicados para concorrer ao cargo é o do bancário Washington Luiz Dias Martins, embora Val da Glut também tenha manifestado tal pretensão. Na condição de Presidente da Comissão Municipal Provisória da agremiação, Washington esteve reunido com a deputada Lídice da Mata para apresentar propostas e ouvir orientações. Na oportunidade, também estavam os pré-candidatos à Câmara Municipal, Aryana Rios Rezende e Antônio Rosa Menezes.

CIDADANIARecém instalado em Ipiaú, o partido Cidadania, também arvora disputar a eleição municipal, tanto na proporcional quanto na majoritária. Seu código eleitoral é o 23, o mesmo utilizado anteriormente pelo PCB. O Presidente da Comissão Executiva Municipal é o médico Alex Soares que tem como vice o jornalista Vicente Andrade. Também participam do quadro partidário o advogado Expedito Júnior e a jovem Larissa Souza, dentre outros militantes. O Cidadania, ex PCB e PPS, foi criado frente a uma nova ordem internacional, após a queda de antigos modelos comunistas. Seus principais aspectos programáticos são a radicalidade democrática, uma nova definição do socialismo, pautado no humanismo e no internacionalismo.

MIGRANDOComenta-se que o vereador Orlando Santos está de malas prontas para deixar o PT e ingressar em outra agremiação, possivelmente o PP ou o PSD. Do biscó ao paletó, Orlando é um parlamentar atuante e consciente de que tem circunstancias em que a vida impõe mudanças.

COMODIDADEO empresário Cezário Costa, pode não ter o carisma ideal para a aglutinação de votos em outras searas da política ipiauense, entretanto, é o nome mais cômodo para compor chapa majoritária com a prefeita Maria das Graças. Se não houver incidentes de percurso o quadro se manterá estável e pronto para a homologação.

SAINDO DE CENAAlegando necessidade de mais atenção para o seu projeto profissional, o funcionário do Hospital Geral de Ipiaú, Álvaro Jardim, anunciou que está fora da disputa por uma vaga na Câmara Municipal, entretanto, garante que não se afastará da política. Permanecerá como apoiador da prefeita Maria das Graças e defensor incondicional da sua reeleição. Ao explicar sua decisão Álvaro disse: ”No momento sigo com projetos para a carreira profissional. Não iria conseguir conciliar trabalho, estudos e eleições, mais continuo na política, dando apoio irrestrito à reeleição da Prefeita Maria e de todo o grupo do PP, partido o qual faço parte”. O ex pré-candidato agradece aos seus incentivadores, sobretudo aos que acreditam na sua capacidade e projeto político, mas não descarta a possibilidade de uma nova investida para concorrer ao cargo: “Em 2024 retornaremos para dar continuidade ao nosso objetivo em defesa dos mais necessitados e sobretudo da juventude, que carece de toda a atenção do Poder Público”. Ao concluir sua argumentação, Álvaro Jardim citou uma frase do líder revolucionário Ernesto Che Guevara:- Se o presente é de luta, o futuro a nos pertence-.

PRONTO PARA ZARPAR
Da linha bolsonarista, o suboficial da marinha, Gilvan Barbosa -PSC- navega nos mares da política ipiauense. Quer ser prefeito da sua terra natal. É mais um a qualificar a diversidade democrática. Na marujada que forma a sua tripulação estão o reggae man Zé di Assis, o ambientalista Luquinha, a ex conselheira tutelar Nayara Peixoto e o promotor de eventos culturais João Araújo, além de outros navegantes. Navegar é preciso, mesmo correndo risco de o barco ficar à deriva. Tendo firmeza no leme se chega a um porto seguro.

ITAGIBÁDe acordo com informação veiculada pelo radialista Falcão, da Nova FM, em Itagibá cogita-se o nome do agropecuarista Edilton Bastos de Oliveira para compor chapa com a pré-candidata a prefeita Dalila Aguar. Ambos têm vínculos políticos com o senador Otto Alencar que vem ampliando suas bases eleitorais em todo o Território do Médio Rio das Contas.

BARRA DO ROCHAAs peças do tabuleiro da política de Barra do Rocha estão sendo movimentadas com muito calculo e prudência. No jogo estão o prefeito Luis Sergio Alves de Souza (Professor Léo) -PSC-, pré-candidato à reeleição, e o médico José Luis Ramos Costa -PSD-, que se movimenta para aglutinar forças e ampliar o quadro com representações de diversos segmentos da comunidade barrochense. Ele já conta com o apoio de várias lideranças locais e mantém conversas avançadas com outras. José Luis sabe que a disputa vai ser acirrada, pois enfrentará um adversário quem tem a seu favor a máquina administrativa, no entanto, conta com a experiência e o carisma da sua mãe, Vera Lucia Ramos Costa, que já foi prefeita do município em duas ocasiões e tem bom trânsito na esfera do governo estadual. Quem fizer a melhor jogada ganhará a partida. O jogo político tem que ser jogado com regras e astúcia.

GONGOGIA oposição se organiza para a disputa eleitoral no município de Gongogi. Segundo o site “Portal Gongogi”, o bloco oposicionista conta com cinco pré-candidatos “o que demonstra força para disputa eleitoral em 2020”. Uma das estrelas desse elenco é o Padre Genário. Outros nomes em destaque são: o vereador Adriano e o ex-prefeito Sapão. No cenário também aparecem Dodô, Joana e o ex-prefeito Roque Monteiro.

FRASE
“ O presidente da República, qualquer que ele seja, embora possa muito, não pode tudo, pois lhe é vedado, sob pena de incidir em crime de responsabilidade, transgredir a supremacia político-jurídica da Constituição e das leis da República!” (Do Ministro Celso de Mello, decano do STF).

BANALIZAÇÃO

Não precisa apenas ganhar títulos em modalidades esportivas ou em outros segmentos para ser merecedor de um titulo de cidadania. É necessário ter história mais consolidada, raízes. Nuvens passageiras não estão nesse merecimento. Utilizar erroneamente o nobre dispositivo da Câmara Municipal para que determinadas pessoas passem a serem detentoras de tal honraria é totalmente inadequado. Muitas vezes a concessão vem de pura bajulação, falta de conhecimento. Quando a Câmara outorga um titulo de cidadania honorária ela está equiparando o homenageado a uma pessoa nascida no município e distinguindo-a com especial destaque no cenário sócio-cultural-administrativo e até religioso da comunidade. Se alguém presta serviços profissionais no município e foi pago para isso (como é o caso do ex treinador do Doce Mel, Elias Borges), não se enquadra em tal homenagem. É preciso residir alguns anos no município e ter prestado, voluntariamente, relevantes serviços. Muitas pessoas, que possuem estes atributos, são esquecidas. Tem muito morador antigo de Ipiaú que bem merece o titulo, no entanto, não foi contemplado, ou ao menos indicado. Que a Câmara esteja atenta e seja justa. Diga não à banalização.

*Coluna produzida pelo jornalista José Américo Castro