Projeto editorial prevê publicação de 1.350 poetas baianos em 27 antologias


Com o objetivo de fomentar a produção poética por toda Bahia e a divulgação dos seus poetas, das mais diferentes regiões do estado, cada qual com a sua peculiaridade, a Cogito Editora, lança o projeto BARDOS BAIANOS, no qual consiste na publicação de 27 coletâneas, uma para cada Territórios de Identidade, conforme metodologia desenvolvida pelo Governo do Estado da Bahia.

Até o momento antologias de 19 Territórios de Identidade estão sendo desenvolvidas: Bacia do Jacuípe, Bacia do Rio Grande, Bacia do Rio Corrente, Chapada Diamantina, Baixo Sul, Médio Sudoeste da Bahia, Médio Rio de Contas, Metropolitano de Salvador, Piemonte da Diamantina, Piemonte do Paraguaçu, Portal do Sertão, Litoral Norte e Agreste Baiano, Litoral Sul, Recôncavo, Semiárido Nordeste II, Sisal, Vale do Jequiriça e Velho Chico.

BARDOS BAIANOS – Médio Rio de Contas

A antologia poética Bardos Baianos relativa ao Territórios de Identidade Médio Sudoeste da Bahia contará exclusivamente com poetas nascidos e ou residentes dos município de Aiquara, Apuarema, Barra do Rocha, Boa Nova, Dário Meira, Gongogi Ibirataia, Ipiaú, Itagi, Itagibá, Itamari, Jequié, Jitaúna, Manoel Vitorino, Nova Ibiá, Ubatã. A coordenação local será feita pelo professor Hamilton Pacheco.

Sarau Bardos Baianos:

O projeto também prevê, antes do evento de lançamento, um sarau lítero-musical em cada Território de Identidade cuja antologia está em fase de produção. O objetivo é de aproximar os poetas locais da editora e promover a confraternização entre os participantes da antologia.

Contato:

Organizador geral – Ivan de Almeida
71 99220-5555

Coordenador local – Hamilton Pacheco
73 98106-0536

E-mail do projeto: [email protected]