Álvaro no encontro com Deus – poema de José Américo Castro


Por José Américo Castro

E se foi pra imensidão, com seu sorriso amigo, com a leveza do espírito, distanciando de tudo que se passa por aqui. E se foi assim, menino, querido, passarinho no infinito, com seu brilho de tanta bondade.

E se encontra em outra realidade. E nós aqui com saudade, sem saber o que fazer, sem saber o que dizer. Guardando-lhe no coração.

E se foi assim, companheiro, com seus sonhos e planos, com seus vinte e poucos anos, com seu tanto de querer.

Nobre, intenso, imenso no entender. Na vontade de crescer, somente pra auxiliar.

Fizeste uma história bonita, sem maldade ou falsidade, com a verdade do teu ser.

Álvaro na imensidão, expressão tranquila, na trilha das estrelas, na pátria espiritual.

No mistério do encanto de quem tem um encontro com Deus.