Saiba como funciona o Centro de Atendimento a Covid-19 em Ipiaú


Foto: Divulgação

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ipiaú começou seu funcionamento como Centro de Atendimento a Covid-19, na quinta-feira (23). A ideia é que, as Unidades de Pronto Atendimento implantadas façam a classificação, realizem o manejo clínico, estabilizem o paciente e façam a regulação para unidades de referência.

A supervisora administrativa da UPA, Jessica Reis informa que a equipe já está atendendo pacientes e esclarece como estão sendo realizados os atendimentos. “Os pacientes são recebidos na unidade, recepcionados e direcionados para o profissional da enfermagem para classificação de risco, ocorrendo assim o atendimento inicial e posteriormente encaminhado para avaliação médica”.

A supervisora esclarece ainda que após o atendimento com o médico, o paciente poderá ser orientado para isolamento domiciliar, ou ainda ser referenciado para um hospital, através da central de regulação para o devido tratamento, sendo que tudo vai depender do estado de saúde do paciente.

A UPA de Ipiaú é mais Unidade de Pronto Atendimento do Estado e está sendo administrada pelo Instituto Brasileiro de Desenvolvimento da Administração Hospitalar (IBDAH). Ela funciona como centro de triagem, possui nove leitos, sendo dois de urgência (área vermelha ), equipado com monitores e respiradores, seis de observação e um de isolamento.

A Doença pelo Coronavírus 2019 (COVID-19), causada pelo vírus SARS-CoV-2, é um agente relacionado a infecções respiratórias, que podem apresentar-se com um quadro semelhante às síndromes gripais. Sua transmissão, com base no conhecimento científico adquirido até o presente momento, ocorre através da entrada do vírus no trato respiratório, através do contato com gotículas de secreções, a exemplo muco nasal. Isso pode acontecer através do contato direto com as secreções da pessoa infectada, pela tosse ou espirro, ou de forma indireta, pelo contato com superfícies e utensílios contaminados, levando-se as partículas ao nariz ou à boca através das mãos.

Medidas Individuais
Usar máscaras; higienizar as mãos com água e sabonete/sabão antes das refeições, após tossir, espirrar ou usar o banheiro. Quando não houver sujidade visível, pode-se usar as preparações alcoólicas (álcool em gel a 70%); evitar tocar os olhos, nariz ou boca após tossir ou espirrar ou após contato com superfícies; não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal, entre outras. *Ascom UPA IPIAÚ