Agência dos Correios vão ajudar no cadastro do auxílio emergencial


Foto: Reprodução

Pessoas que não têm acesso à internet para fazer a solicitação do auxílio emergencial poderão, a partir da semana que vem, fazer o cadastro ou eventuais correções das informações já fornecidas nas agências dos Correios em todo o país. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (7) pelo Ministério da Cidadania. O ministro Onyx Lorenzoni afirmou que a iniciativa deve passar a vigorar a partir de “segunda ou terça-feira”.

“As pessoas que têm mais dificuldade, que não conseguiram alguém ou uma instituição que se dispusesse a auxiliá-las, poderão ir às agências dos Correios, fazer ou refazer o seu cadastramento, absolutamente gratuito. Os funcionários dos Correios em todas as agências vão ajudar que essas pessoas que têm mais dificuldade possam obter seu auxílio emergencial.”

Lorenzoni acrescentou que apenas a ajuda no cadastro será oferecida nos Correios. “Lá não é lugar para ir receber dinheiro”. O pagamento para aqueles que têm direito a receber continua a ser feito na Caixa e na rede bancária. O secretário-executivo da pasta, Antônio Barreto, ressaltou que o aplicativo e o site criados para a solicitação estão atendendo a um grande número de beneficiários, mas que existem “fragilidades”, diante da urgência e da dimensão da operação para pagar o auxílio.