Paciente que incendiou colchão em hospital de Salvador testa negativo para covid-19


Foto: Reprodução

O agricultor André Saturnino de Souza, 55 anos, que incendiou um colchão no Hospital Espanhol após um surto psicótico, não está com coronavírus. O resultado do exame foi divulgado pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen) nesta quinta-feira (7). A informação foi confirmada pelo secretário de Saúde da Bahia (Sesab), Fábio Vilas-Boas.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Santo Amaro, o paciente ainda era tratado como suspeito, já que deu entrada no Hospital Nossa Senhora da Natividade de Santo Amaro, no Recôncavo baiano, com sintomas similares ao da covid-19, como falta de ar, febre e tosse. Ele foi internado na unidade no dia 3 de maio, onde passou por um teste rápido, e, no dia seguinte, foi transferido para o Hospital Espanhol, no bairro da Barra, em Salvador.

Como já houve a confirmação de que o paciente não está infectado, ele não voltará mais ao Hospital Espanhol, que trata exclusivamente pacientes com coronavírus. André permanecerá internado no Hospital Municipal, em Cajazeiras, onde está em coma induzido e passará por cirurgias, já que fraturou o fêmur. O agricultor se machucou após pular da janela do 4º andar do Espanhol, na noite de quinta-feira (5). Segundo Fábio Vilas-Boas, o paciente teve um surto psicótico durante a noite. “Ele colocou fogo no colchão e fechou a porta com a cama. Depois ele se jogou da janela”, explicou. *Com informações do CORREIO