Número de desempregados no Brasil pode ultrapassar 20 milhões após a pandemia


Foto: Reprodução

Uma pesquisa da Cielo apontou perdas gigantescas para as receitas do comércio e do varejo na Bahia e em Salvador. Segundo os dados, o estado já retraiu 40% e a capital 52%. Os números mostram que o setor vem sofrendo muito com as portas fechadas devido a pandemia do novo coronavírus que obriga a população ficar em quarentena.

Dentro desse contexto, cresce a cada dia a possibilidade de uma onda grande de demissões no país. Segundo Moisés Conde Silva de Oliveira, Coordenador do Núcleo de Conjuntura Econômica e Mercado Financeiro (Nucemf) da Unifacs, o desemprego pode dobrar no Brasil no período pós pandemia. Segundo o Instituto Brasileiro de geografia e Estatística (IBGE), hoje existem 12,9 milhões de desempregados no Brasil, 12,2%. A última pesquisa divulgada foi em março.

Estimativas feitas ainda no início da crise, já previam que o desemprego causado pela pandemia poderia duplicar o número de desempregados no Brasil. Sairíamos de uma taxa de 11,6% para 23,8% de desempregados. Isso equivale a 12,6 milhões a mais de pessoas sem emprego. *Matéria produzida pelo portal Bahia Econômica